Televisão aberta do Brasil foca investimentos em reality shows culinários

Uma tendência que apareceu com força principalmente este ano, mas que começou por volta de 2008, é o investimento da TV aberta nos programas tipo reality show de culinária, normalmente versões brasileiras de formatos extrangeiros, que já invadiram a programação das emissoras Band, Record e SBT. De acordo com o Ibope, o aumento deste tipo de programas na TV no último ano foi de 38%. Além do engajamento da audiência, os programas também demandam e incentivam a interatividade do telespectador nas redes sociais e demais plataformas dos canais.

Nesta terça-feira (20) a Band, já com o sucesso do formato MasterChef Brasil consolidado e pronto para uma nova temporada no próximo ano, estreou a versão mirim MasterChef Junior e triplicou a audiência do canal no horário, além de ser um dos assuntos mais comentados no Twitter chegando aos Trending Topics mundiais. De igual sucesso foi o encerramento (no sábado 17) da primeira temporada de Bake Off Brasil – Mão na Massa no SBT, que aumentou a audiência do canal em 11% e inclusive para outros programas na mesma faixa horária de sábado, além de também ter bons resultados na interatividade com telespectadores no Twitter e Facebook.

O SBT continuará aproveitando a moda dos programas culinários, agora com a estreia da 3ª temporada de Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão no próximo sábado (31), programa que também foca na competição entre cozinheiros, mas sob a pressão das críticas do chef Carlos Bertolazzi (o original britânico é famoso pelas reações exageradas do chef Gordon Ramsay). De acordo com o colunista Flávio Ricco, o SBT ainda pretende lançar um reality especialmente sobre churrasco no próximo ano. Além disso, também está no ar a competição Batalha dos Confeiteiros na Record, com o chef norte-americano conhecido como Cake Boss Buddy Valastro, que também tem feito sucesso nas redes sociais e na última semana bateu seu próprio recorde de audiência, sendo a segunda atração mais assistida fora da Globo.

Televisão aberta do Brasil foca investimentos em reality shows culinários

Uma tendência que apareceu com força principalmente este ano, mas que começou por volta de 2008, é o investimento da TV aberta nos programas tipo reality show de culinária, normalmente versões brasileiras de formatos extrangeiros, que já invadiram a programação das emissoras Band, Record e SBT. De acordo com o Ibope, o aumento deste tipo de programas na TV no último ano foi de 38%. Além do engajamento da audiência, os programas também demandam e incentivam a interatividade do telespectador nas redes sociais e demais plataformas dos canais.

Nesta terça-feira (20) a Band, já com o sucesso do formato MasterChef Brasil consolidado e pronto para uma nova temporada no próximo ano, estreou a versão mirim MasterChef Junior e triplicou a audiência do canal no horário, além de ser um dos assuntos mais comentados no Twitter chegando aos Trending Topics mundiais. De igual sucesso foi o encerramento (no sábado 17) da primeira temporada de Bake Off Brasil – Mão na Massa no SBT, que aumentou a audiência do canal em 11% e inclusive para outros programas na mesma faixa horária de sábado, além de também ter bons resultados na interatividade com telespectadores no Twitter e Facebook.

O SBT continuará aproveitando a moda dos programas culinários, agora com a estreia da 3ª temporada de Hell’s Kitchen – Cozinha Sob Pressão no próximo sábado (31), programa que também foca na competição entre cozinheiros, mas sob a pressão das críticas do chef Carlos Bertolazzi (o original britânico é famoso pelas reações exageradas do chef Gordon Ramsay). De acordo com o colunista Flávio Ricco, o SBT ainda pretende lançar um reality especialmente sobre churrasco no próximo ano. Além disso, também está no ar a competição Batalha dos Confeiteiros na Record, com o chef norte-americano conhecido como Cake Boss Buddy Valastro, que também tem feito sucesso nas redes sociais e na última semana bateu seu próprio recorde de audiência, sendo a segunda atração mais assistida fora da Globo.