Rede de canais Telecine oferecerá VOD independente de assinatura no Brasil

A rede de canais de filmes Telecine (Globosat) anunciou que pretende, até o fim de 2016, passar a comercializar suas plataformas on demand Telecine Play e Telecine Zone de forma independente, para os clientes que não possuem assinatura de TV.

Atualmente, o Telecine Play e o infantil Telecine Zone estão disponíveis de forma gratuita para os assinantes de pacotes de TV que contam com os canais da rede. O objetivo não é se desvencilhar dos operadores e sim oferecer mais opções ao consumidor e aumentar a receita da indústria, já que 30% da audiência de lançamentos vem das plataformas VOD, segundo a diretora de marketing da companhia Flávia Hecksher informou ao portal Tela Viva.

O anúncio acontece logo após a concorrente HBO, rede de canais premium de filmes e séries, anunciar que lançará na América Latina o HBO GO, versão independente da sua própria plataforma VOD. O primeiro país a receber esse recurso será a Colômbia e para o Brasil, a previsão é para o próximo ano.

Rede de canais Telecine oferecerá VOD independente de assinatura no Brasil

A rede de canais de filmes Telecine (Globosat) anunciou que pretende, até o fim de 2016, passar a comercializar suas plataformas on demand Telecine Play e Telecine Zone de forma independente, para os clientes que não possuem assinatura de TV.

Atualmente, o Telecine Play e o infantil Telecine Zone estão disponíveis de forma gratuita para os assinantes de pacotes de TV que contam com os canais da rede. O objetivo não é se desvencilhar dos operadores e sim oferecer mais opções ao consumidor e aumentar a receita da indústria, já que 30% da audiência de lançamentos vem das plataformas VOD, segundo a diretora de marketing da companhia Flávia Hecksher informou ao portal Tela Viva.

O anúncio acontece logo após a concorrente HBO, rede de canais premium de filmes e séries, anunciar que lançará na América Latina o HBO GO, versão independente da sua própria plataforma VOD. O primeiro país a receber esse recurso será a Colômbia e para o Brasil, a previsão é para o próximo ano.