Portugal blocks more than 300 streaming and illegal downloading websites

 

Portugal mantém bloqueados 330 sites de download e streaming ilegal, entre os quais se incluem “Pirate Bay” e “Roja Directa”, o site para assistir esportes ao vivo muito popular na América Latina.

 

O número de sites bloqueados aumentou de 90 no passado mês de novembro aos atuais 330, segundo informações proporcionadas pelo diretor-executivo da Associação Portuguesa de Defesa de Obras Audiovisuais, António Paulo Santos, numa conferência realizada em Lisboa.

 

De acordo com a Agência Efe, Santos atribuiu esta política à entrada em vigor de um novo memorando de entendimento sobre direitos autorais, em julho de 2015. O documento de luta contra a pirataria foi assinado, entre outros, pelas operadoras de telecomunicações portuguesas, que são as encarregadas de impedir o acesso aos sites.

 

Durante a conferência, especialistas internacionais colocaram Portugal entre os países europeus com maior número de bloqueios, junto à Itália e Reino Unido.

 

Além das empresas de telecomunicações, o memorando também tinha sido aprovado pelas associações que representam autores e produtores de música, vídeo, livros e software; a entidade que gere o domínio de topo de Portugal (.pt) , a direção geral do consumidor e representantes da área da publicidade.