Lançado primeiro emissor do projeto-piloto da TDT em Moçambique

Foi oficialmente lançado o primeiro emissor digital de um total de 18 que completam o projeto-piloto de implementação da Televisão Digital Terrestre em Moçambique. O primeiro emissor está em Maputo e espera-se que ainda este mês sejam instalados emissores digitais em Beira e Nampula.

O passo final para a conclusão do projeto-piloto da TDT da região será no primeiro trimestre de 2016, com a instalação dos últimos emissores nas cidades de Xai-Xai, Inhambane, Chimoio, Tete, Quelimane, Pemba e Lichinga, além de cidades fronteiriças. Para o ministro do Transporte e Comunicações Carlos Mesquita, a instalação dos emissores permitirá que todos tenham sinal de TV sem interferência dos países vizinhos que já estão mais avançados na migração digital.

Inicialmente a TDT será em “dupla iluminação” (como é chamado em Moçambique), ou seja, ambos sinais analógicos e digitais serão emitidos, mas somente até 31 de dezembro de 2016, prazo final da migração para os países da SADC. Para o ministro, a TDT tem implicâncias sociais e econômicas mais importantes do que a migração técnica e “o Governo tomará as providências necessárias para que o período de transmissão simultânea de emissões analógicas e digitais seja adequado ao seu objetivo: o maior conhecimento pela população do processo de transição e fecho do sistema analógico”