Inclusão de novos canais na TV digital duplica custos da RTP em Portugal

 

A inclusão de dois novos canais da RTP na oferta de TV digital terrestre (TDT) em Portugal, que ainda deve aprovar o Parlamento, poderá implicar uma duplicação do valor a pagar pela emissora pública à Portugal Telecom (PT), empresa que possui a licença para gestão da plataforma de distribuição dos canais.

 

Atualmente, RTP tem dois canais na plataforma de TDT (RTP1 e RTP2). De acordo com o jornal Correio da Manhã, a TV pública paga por cada um deles cerca de 3,5 milhões de euros. Com a inclusão de dois novos canais, que seriam RTP 3 e RTP Memória, o valor a pagar pela RTP à PT duplicaria para 14 milhões de euros anuais, caso os valores do contrato se mantenham.

 

As emissoras privadas TVI e SIC consideram que mais canais da RTP na TDT é concorrência desleal. A SIC e a TVI entendem que “os três operadores devem ter a mesma possibilidade de utilização do espectro e, em iguais circunstâncias, melhorar a qualidade da sua emissão e/ou aumentar a sua oferta de canais”.

 

O debate no Parlamento também prevê que o regulador das comunicações Anacom e a Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) sejam incumbidas de estudar novos modelos de custo e implementação do serviço digital de televisão.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this pageEmail this to someone