Brazilian Anatel recognizes mistake and states that Pay-TV market actually dropped in January

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou uma nota na última sexta-feira, 26, alegando os erros referentes aos números dos assinantes da Claro HDTV em janeiro deste ano, o que levou a agência a divulgar que o mercado havia crescido no primeiro mês do ano, fato este que não é verdade.

 

O equívoco foi exatamente na contagem da América Móvil (Net e Claro), onde anteriormente dizia 10,14 milhões de assinantes, sendo que o valor corrigido é de 9,87 milhões, uma diferença de 264 mil no total dessas operadoras, que antes registrava num total de 19,26 milhões para o valor verdadeiro de 19 milhões de clientes. Os dados foram atualizados no dia 26 de fevereiro de 2016, às 9h49. Após a publicação da notícia, o grupo Telecom Américas identificou que havia reportado dados incorretos, informa a Anatel em nota.

 

Na verdade, a operação de TV paga do grupo América Móvil seguiu com a tendência que já vem sendo registrada desde novembro de 2014 de perder base. Tirado o erro do saldo positivo gerado pela Claro HDTV, e considerando que apenas a Net e a Oi tiveram crescimentos no mês (e que estes dados estão corretos), é certo afirmar que o mercado de TV paga perdeu no mês pelo menos 11 mil assinantes, mais a retração registrada pela Claro HDTV.

 

A Anatel confirmou que o Brasil fechou janeiro de 2016 com 18,99 milhões de acessos de TV por Assinatura. No primeiro mês deste ano, o serviço estava presente em 28,41% dos domicílios brasileiros. Nas cinco regiões do Brasil o centro-oeste registrou 16,36 milhões de assinantes, o nordeste: 2,23 milhões, o norte apenas: 801 mil, sudeste: 11,72 milhões e o sul: 2,88 milhões nesse mês de janeiro.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this pageEmail this to someone