Brasil registrou 16,5 milhões de clientes na TV paga em julho e continua perdendo assinantes

O Brasil registrou 16.538.988 domicílios com acesso ao serviço de TV por assinatura em julho 2019. De acordo com dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), houve uma redução de 1.327.427 contratos (7,43%) em comparação ao mesmo mês do ano passado . 

Em julho, quase a metade dos domicílios recebeu o serviço de TV por assinatura pelo grupo Claro (NET), com 8.160.838 contratos (49,34% do mercado). Em segundo lugar ficou a Sky, com 4.968.445 contratos (30,04%), seguida pela Oi, com 1.572.433 contratos (9,5%), e pela Vivo, com 1.434.641 contratos (8,67% do mercado).

Quase todas as prestadoras apresentaram queda no número de clientes em julho de 2019, em relação ao mesmo mês do ano passado, exceto a Oi, que apresentou um crescimento de 0,41%, com mais de 6.383 assinantes. A Claro (NET) teve redução de 8,52% (perda de 769.080 clientes) e a Sky diminuiu 4,53% (perda de 235.695 clientes).

Entre os estados, São Paulo tem o maior número de clientes, com 6.153.801 contratos, e Roraima, o menor número de assinaturas, com 16.045 contratos de TV paga no mês de julho.  

A Anatel omitiu em sua análise os assinantes da Brisanet, a maior operadora emergente do país. A Dataxis estima que, no Q2 2019, a Brisanet deve exibir cerca de 110 mil assinantes, um volume que deve ser adicionado ao total divulgado pela entidade.