Anacom de Portugal garante que o preço cobrado pela TDT da Meo não é excessivo

A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) de Portugal fez uma investigação aprofundada sobre os custos e proveitos dos serviços de Televisão Digital Terrestre (TDT) e concluiu que os preços cobrados pelo serviço da operadora Meo não é excessivo.

A agência reguladora considerou o pedido de alguns canais de televisão de que o Meo praticava preços excessivos, porém, a análise não resultou em nenhuma surpresa.

“Esta conclusão teve em conta os custos suportados pela Meo em 2013, bem como a imputação dos custos da capacidade livre no MUX A (plataforma de TDT) à MEO e aos operadores de televisão”, informou a Anacom.

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on LinkedInShare on Google+Print this pageEmail this to someone